Quem Somos

Quem Somos

 

Uma mesa, uma cadeira e um telefone emprestados. Há 30 anos nascia o Sindicato do Comércio Varejista de Teófilo Otoni – SINCOVATO, fruto da iniciativa de lideranças empresariais que formavam a antiga Associação Profissional do Comércio Varejista de Teófilo Otoni que perceberam a importância de se ter representatividade sindical para as empresas do comércio teófilo-otonense. Afinal, à época, a cidade, além de polo regional, já figurava entre as mais importantes do estado e tinha no comércio a base de sua economia e mola propulsora para o desenvolvimento.

Três décadas depois, a entidade cresceu em tamanho e relevância à medida que sua imagem e reputação ultrapassaram as fronteiras da cidade natal e passou a figurar entre as mais atuantes de Minas Gerais. De lá para cá teve a honra de contar em sua diretoria com nomes do gabarito de Josévaldo Guimarães Teles, primeiro Presidente eleito da entidade, Abdala Araújo, Synval Handeri, Mauro Tyba, Dinaldo Bartolomeu Teixeira, João Ramos, Adel Kassen El Awar, Sebastião Ribeiro, dentre tantos outros que emprestaram ao comércio da cidade seu tempo e energia em nome de um sonho em comum.

De acordo com o Estatuto de Fundação do Sindcomércio, as principais funções da entidade, desde seu surgimento estão assim descritas:

Colaborar com os poderes públicos no desenvolvimento da solidariedade social da classe representada; manter serviços de assistência para os associados; promover conciliação nos dissídios coletivos.

De um pequeno espaço cedido pela então Associação Comercial e Industrial de Teófilo Otoni o Sindcomércio flertou com a independência pela primeira vez em 2004, alugando um ponto comercial na Rua Teodorico Tourinho, nº 241 e estabelecendo ali sua primeira sede. Dois anos mais tarde, mais encorpada e bem estruturada, a entidade viria a adquirir sua primeira sede própria no segundo andar do edifício Med Odonto Park, situado à R. Epaminondas Otoni, nº 35, no centro da cidade. Em 2012, um novo marco, a aquisição de um conjunto de salas no quarto andar do mesmo edifício, agora com o espaço adequado para o crescimento que há tanto tempo batia à porta.

Com 92m², a nova sede permitiu, além da expansão da infraestrutura, o crescimento da equipe e a realização de um antigo sonho, um auditório próprio climatizado e com capacidade para acomodar confortavelmente 45 pessoas. Equipado para a realização dos mais diversos tipos de eventos, o auditório foi batizado em homenagem ao empresário João Ramos, renomado empresário e diretor do Sindcomércio falecido em 2016, após mais de 30 anos de dedicação e comprometimento em prol do comércio teófilo-otonense.

Entre sua fundação e o ano de 2002, o Sindcomércio foi presidido Josévaldo Guimarães Teles, por duas vezes, e Abdala Araújo, em três oportunidades. Ambos com grandes contribuições à entidade e ao comércio teófilo-otonense. No dia 8 de junho de 2002 tomou posse aquele que viria a ser um dos mais destacados empresários a dirigir a entidade. Synval Nobre Handeri, filho de Rachid Salomão Handeri, também empresário e um dos fundadores da Associação Comercial de Teófilo Otoni.

Foi na gestão de Synval Handeri, cargo que ocupou por três mandatos, que o Sindcomércio gradativamente passou a ganhar maior visibilidade no comércio da cidade, além disto foi durante este período que a entidade formou as bases para o crescimento que viria a seguir, inclusive com a aquisição da primeira sede própria.

2006: Um marco na história do Sindcomércio Teófilo Otoni

A partir de 2006 o Sindcomércio, passa a integrar a diretoria da Fecomércio-Mg e conselho do SESC-MG com Iesser Lauar, iniciando sua trajetória de projeção estadual e consolidando sua posição enquanto entidade atuante, representativa, inovadora e relevante para seus associados e sua comunidade.

As reuniões mensais em Belo Horizonte, as ações de representação em nome da Fecomércio-MG em Brasília-DF, no Fórum Nacional da MPE, e o estreitamento da convivência com outros sindicatos de Minas Gerais e de outros estados trouxeram contatos importantes e oportunidades que foram fundamentais para o crescimento da entidade.

A participação ativa, tanto na diretoria da Fecomércio-MG quanto do conselho do SESC-MG foram também fundamentais para que uma série de ações e eventos fossem direcionados à Teófilo Otoni, como o Fórum Empresarial, Minas ao Luar e a vinda de uma unidade do SENAC para a cidade.